Barlo Moreira

Barlo Moreira é um quadrinista carioca que desenha para si, mas colore para os outros. Formado em Relações Internacionais, na UFRJ, com foco em cultura e estudos de cinema, foi pego de assalto pela vontade de voltar a fazer arte, como fazia quando criança. Assim, deixou para trás uma vida de pesquisa universitária, além de uma carreira como supervisor de ensino em língua estrangeira para se aventurar por entre calhas, balões e requadros no papel. Estreou como escritor em coletâneas de terror e recebeu menção honrosa em um concurso de nanocuentos na Espanha. Hoje, após sua estreia como quadrinista na coletânea de alunos INKO, continua desenhando aqui e ali, mas no geral, preenche seus dias trabalhando como colorista em projetos para dentro e fora do Brasil.

Guilherme Smee

Guilherme “Smee” Sfredo Miorando é gaúcho de Erechim, viveu sua infância e adolescência ouvindo músicas gauchescas e levado a CTGs à contragosto pelo pai. É formado em Publicidade e Propaganda e especialista tanto em Imagem Publicitária como em Histórias em Quadrinhos. Escreve roteiros de quadrinhos profissionalmente desde 2013. Entre seus trabalhos publicados e indicados a prêmios estão Fuga, D.I.V.A.S. Brasileiras e Mandinga!. Também indicada a prêmios, sua autobiografia em quadrinhos Só os Inteligentes Podem Ver é resultado do seu mestrado em Memória Social e Bens Culturais. Seu trabalho mais recente é a HQ do super-herói LGBTQIAPN+ brasileiro Boy Magya Contra o Monstro do Armário. Atualmente é doutorando em Ciências da Comunicação e curador da Gibiteca BPE em Porto Alegre.

Nícolas Santos

Nícolas Santos é quadrinista do interior de São Paulo e graduado em design gráfico. Publicado inicialmente em antologias independentes de horror, Nícolas também participou de projetos publicados no exterior. Estreou com a minissérie North ao lado the Thomas Ryan Cuming que foi publicada pela editora Markosia. Posteriormente trabalhou em Nock com Adam Barnhardt, outra minissérie publicada pela Lunchroom Riot que se encontra em hiato, além de diversos outros títulos a serem anunciados. Nícolas tem seu trabalho focado no preto e branco, tanto no meio tradicional como no digital.

Suas influências vêm de diversas tradições dos quadrinhos, dos fumetti italianos aos mangás japoneses.

Flavio Colin

Flavio Colin (1930-2002) foi um dos mais prolíficos quadrinistas brasileiros.

Iniciou a carreira nos anos 50, criando histórias de terror para a publicação brasileira X-9, da RGE. Nesta época, seu traço era bastante influenciado pelo desenhista estado-unidense Milton Caniff. Nesta época, desenhou também histórias de guerra, além da quadrinização da aventuresca série de rádio As aventuras do Anjo, que ganhou recente republicação pela editora Veneta.

Nos anos seguintes, trabalhou com Maurício de Souza, trabalhou com as editoras Vecchi e Grafipar, além de publicar diversas HQs de maneira independente. Teve seus trabalhos publicados em diversos países, na América e na Europa.

 

Barry Windsor-Smith

Barry Windsor-Smith é um artista britânico, muito famoso pelos quadrinhos que fez para a Marvel Comics, dos anos 70 aos anos 90. Com seu traço marcante, alcançou o estrelato ilustrando algumas das maiores histórias do Conan para a editora, e escrevendo e desenhando Arma X, uma das mais icônicas histórias do Wolverine. Desenvolveu também Morte em vida e Morte em vida parte 2 com Chris Claremont, duas das histórias mais marcantes da Tempestade e dos X-Men, trazendo temas e discussões mais profundas aos quadrinhos mainstream.

Mais tarde, BWS viria a trabalhar com outras editoras, como a Fantagraphics, pela qual publicou Monstros, história que havia concebido originalmente para ser publicada com o protagonismo do Hulk, e Adastra na África, que ele imaginava como Morte em vida parte 3. Porém, engana-se quem acha que estas publicações foram apenas válvulas de escape para as histórias que BWS queria contar. Sem as amarras editorias da Marvel, o autor pode se aprofundar tanto em termos de roteiro quanto de traço.

Multipremiado, BWS é um membro do hall da fama dos quadrinhos.

Francesco Scalettaris

Francesco Scalettaris é comunicador, roteirista e apaixonado por vinhos. Conhecendo o vinho – Manual em quadrinhos para apreciar com gosto é seu primeiro trabalho publicado no Brasil, em colaboração com o desenhista compatriota, italiano, Gio di Qual.

Gio di Qual

Gio di Qual é um cartunista, caricaturista e quadrinista italiano. Conhecendo o vinho – Manual em quadrinhos para apreciar com gosto é seu primeiro trabalho publicado no Brasil, em parceria com o roteirista Francesco Scalettaris.

Wander Antunes

Wander Antunes é um escritor, ilustrador e quadrinista brasileiro com longa carreira no país e no exterior.

Trabalha no mercado desde os seus dezesseis anos, quando editou coletâneas de crônicas, quadrinhos, poesias e contos de autores matogrossenses. Nessa época (em 1982), começa a escrever histórias com o personagem Zózimo Barbosa, detetive carioca que anos mais tarde inspiraria uma série de TV da Rede Globo (Cidade Proibida, 2017).

Em 1999 criou sua primeira Graphic novel em parceria com o desenhista Mozart Couto: Crônicas da Província, que ganha uma nova edição pela Editora Trem Fantasma, com uma conclusão inédita e colorização feita por Wander.

Em 2004, estreia no mercado europeu com Gilda, publicado pela editora suíça Paquet, seguido por Big Bill est mort (2005), Vieille Amérique (2005), Un paradis distant (2006), L´oeil du diable (2006) e Toute la poussière du chemin (2010), todos para o mercado francófono e ainda inéditos no Brasil.

Mozart Couto

Mozart Couto é um quadrinista brasileiro de longeva carreira, iniciando seus trabalhos em 1978, e em atividade até hoje!

Trabalhou com terror, fantasia, faroeste, erótico, e por onde mais o caminho da arte o levou. Em 1999, desenvolve Crônicas da Província ao lado de Wander Antunes, história que se passa no Brasil, no período conhecido como república velha, e que ganha uma nova edição pela Editora Trem Fantasma, com uma conclusão inédita e colorização feita por Wander.

Andrea Sorrentino

Andrea Sorrentino é um quadrinista italiano nascido em 1982, em Napoli. É conhecido por seus trabalhos no mercado estado-unidense,  pela Marvel, DC e Image Comics, como Eu, Vampiro, Arqueiro Verde, Novíssimos X-Men, Velho Logan e Gideon Falls.

Famoso por seu traço único e irreverente, cheio de sombras e montagens de cenas modernas e criativas. Em 2021, desenhou Primordial, acompanhando o roteiro do parceiro de longa data, Jeff Lemire.