Editora Trem Fantasma

Pasquale Frisenda

Pasquale Frisenda nasceu em 8 de janeiro de 1970 em Milão, cidade onde mora e trabalha. Sempre foi apaixonado por histórias em quadrinhos e ilustrações. Em 1986, passou a frequentar o curso de ilustração e quadrinhos Castello Sforzesco di Milano.

O contato com artistas como Pasquale Del Vecchio, Carlo Ambrosini, Casertano entre outros, é o encorajamento necessário para encarar a carreira de quadrinista.

Na revista de ficção científica Cyborg, editada pela Star Comics em 1990, tem seu primeiro trabalho profissional, a história Tenebra, com roteiro de Michele Masiero, que só seria publicado anos depois.

O ponto de virada na sua carreira aconteceu no ano de 1990, quando foi convidado por Ivo Milazzo para visitar seu estúdio em Chiavari. Após ter feitos páginas de teste, é convidado para fazer parte do Studio IEMME e compor o staff da nova revista de Ken Parker, publicada originalmente pela Parker Editore até que, em 1994, foi comprada pela Sergio Bonelli Editore.

A parceria com a “Casa dos Sonhos de Papel” continua e, em 1996 passa a desenhar a série criada por Gianfranco Manfredi, Mágico Vento. Algumas das histórias mais amadas pelos fãs saíram do seu traço, como Windigo, A Mão Esquerda do Diabo e O Monstro de Hogan. Frisenda ilustrou ao todo 14 álbuns e as capas do número 32 ao 75, em sete anos de longa colaboração.

Prestigiado e admirado na Sergio Bonelli, recebe da editora a honra de ilustrar o Texone n.º 23, com a história Patagônia, que contou com roteiro de Mauro Boselli, considerada por muitos dos fãs uma das melhores histórias do imbatível ranger.

Em 2011 participou do projeto 150 – Storie d’Italia que contou com histórias de Ivo Milazzo (que foi o coordenador do projeto), Giorgio Cavazzano, Carlo Ambrosini, Corrado Mastantuono, Sergio Toppi e Marco Nizzoli.

Seguindo em mais uma obra aclamada, ilustra Sangue e Gelo, a edição 47 da série Le Storie,  com roteiro de Tito Faraci.

No ano de 2018 as duas histórias que produziu para a minissérie Deadwood Dick, com roteiro de Maurizio Colombo, são publicadas.

Sua prestigiada carreira foi consagrada com alguns dos principais prêmios da Itália, o INCA, Fumo di China, Milano Cartoomics, em categorias como “melhor capista”, “melhor desenhista realístico”, “melhor desenhista de quadrinhos”, “melhor história” entre outros.

Pasquale Frisenda na Editora Trem Fantasma:

Sangue e Gelo, por Tito Faraci e Pasquale Frisenda